5 MENTALIDADES TIPICAMENTE DEPRESSIVAS

Com o passar do tempo, a pessoa que está em depressão pode realizar um esforço em perceber os tipos de pensamentos mais frequentes ao longo do dia. A mentalidade pode facilmente determinar o estado de humor e espírito do indivíduo. A configuração mental pode gerenciar de maneira expressiva as emoções futuras. Portanto, torna-se essencial a identificação de tais metodologias de pensamento, para que a evolução emocional possa acontecer de forma natural, objetiva e eficaz.

1 – A culpa eterna

Um dos pensamentos mais destrutivos que um ser humano pode ter. É completamente normal que sintamos o arrependimento diante de situações excepcionais das nossas vidas. Contudo, culpabilizar tudo aquilo que acontece de mal em nosso redor pode ser vista como a fórmula do fracasso. É muito comum que o depressivo acredite cegamente em tal ideia, sendo uma forma mental de reforçar o estado negativo que foi instaurado no indivíduo. É preciso compreender que a nossa mentalidade e toda a sua estrutura de pensamentos são as principais fontes da depressão. Você não pode controlar o mundo. A única coisa que pode controlar são as suas próprias atitudes.

Se arrependa, peça desculpas. Mas tenha a noção de que você não é culpado pelas mazelas que acontecem na vida das outras pessoas. Cada um é responsável por si mesmo.

2 – Nada é bom o suficiente para deixar o depressivo feliz 

Um dos pensamentos mais perigosos que uma pessoa pode ter. É normal que sintamos o arrependimento diante de algumas situações excepcionais da nossa vida. Entretanto, não podemos nos culpar por tudo que ocorre ao nosso redor. É muito comum que o depressivo acredite em tal ideia, sendo uma forma da mente reforçar o estado negativo em que foi instaurada. É preciso compreender que a mente e toda a sua estrutura de pensamentos são os principais causadores da depressão. Você não pode controlar o mundo. A única coisa que pode controlar são as suas atitudes. Se arrependa, peça desculpas. Mas tenha a noção de que você não é culpado pelas mazelas que acontecem na vida das outras pessoas. Cada um é responsável por si mesmo.

dep 2

3 – Ninguém é capaz de entender o depressivo

Este é um pensamento clássico. O depressivo crê que não pode expor as suas reflexões interiores com as outras pessoas, temendo que estas não o entendam e o taxem de louco. Nada pode ser mais irreal que isto. Muitas outras pessoas estão na mesma situação, muitos vezes tendo exatamente os mesmos pensamentos. No fim das contas, o que verdadeiramente muda são as circunstâncias vividas por cada indivíduo.

Apesar do depressivo ter a crença de que foi amaldiçoado por sua personalidade, o pensamento também não passa de um argumento mental para reforçar o estado negativo.

4 – Não há nada a ser feito

Parece contraditório, mas ao mesmo tempo em que o depressivo se culpa pelo que ao acontece ao seu redor, ele não faz absolutamente nada para tomar a responsabilidade pela sua vida. Este é um dos passos mais difíceis para o individuo que se encontra em tal estado. Para ele, tudo está praticamente acabado. Nada mais possui sentido na vida. Todas as suas atitudes carecem de fundamento. No âmago da sua existência, ele acredita que algo pode mudar a sua vida e tudo poderá voltar ao normal – porém, ele acredita que apenas um evento externo terá este poder. Logo, em sua mente e em seus pensamentos, não há nada que possa ser feito. Grande engano!

5 – Não há como simplificar a vida

depression-242024_960_720

A simplicidade e a leveza não fazem parte de uma mente depressiva. Todos os seus pensamentos tem como objetivo tornar complexa qualquer atividade que esteja sendo exercida. A vida perde a sua paz, a sua plenitude. Tal indivíduo se encontra perdido em seu mundo interior, impossibilitado de traçar a sua jornada. Esta sensação assusta e faz a cabeça buscar formas de solucionar problemas inexistentes. Com uma demanda mental excessiva, torna-se impossível a energização positiva em um depressivo que está inconsciente.

Mantenha em mente (mesmo nas entranhas do seu subconsciente) que tudo isto pode ser modificado. Ao reforçar estas mentalidades diariamente, você pode configurar uma metodologia de pensamentos demasiadamente disfuncional. Uma das maneiras mais eficazes de tratar a depressão é identificando tais metodologias mentais e estabelecendo reconfigurações reais, que sejam pautadas em reflexões funcionais. Não se abale, pois a mudança é possível! Acredite!

Quer vencer a depressão e ter finalmente um propósito de vida bem estabelecido? Acesse o link abaixo:

https://go.hotmart.com/I5747206U